Portal oficial RCC Bragança Paulista

SE ALGUÉM ME SERVE, O PAI O HONRARÁ

Se alguém me serve, o Pai o honrará

 

“Quem ama sua vida, irá perdê-la; mas quem odeia a sua vida neste mundo, irá conservá-la para a vida eterna. Se alguém quer servir, siga-me; e, onde eu estiver, estará ali também o meu servo. Se alguém me serve, o Pai o honrará.” Jo 12, 25-26

 

 

 

O ato de servir está diretamente ligado a missão de Jesus, e a todo tempo nas escrituras ele nos convida a estar de prontidão a servir ao nosso próximo, essa passagem de João precede ao momento da Sua entrega a nós, o ato maior do serviço e obediência ao Pai. Quando Ele se prepara para entrar em Jerusalém, logo após a ressurreição de Lázaro, já sabendo que ao voltar àquela cidade estaria se entregando nas mãos dos judeus que não o queriam vivo. Jesus se perturba por um momento e até clama ao Pai que o salve, mas entende que é chegada a sua hora, e á exatamente para essa hora que Ele veio.

Essa mesma entrega que Jesus concretizou nesse momento, é a que nós como servos amados, devemos nos espelhar. O serviço ao irmão é o ato de entrega maior, onde nos despojamos de nossas necessidades para estar em prontidão para a necessidade do outro. E para o serviço do reino, sempre deve ser dado o melhor de nós e esse melhor só será verdadeiro se o Espírito Santo for o condutor de todos os atos.

Vivendo segundo os dons do Espírito, estaremos com Jesus contemplando a graça da salvação do nosso irmão. Nós devemos ser melhores para que o outro seja melhor, não posso ser cristão sozinho, meu serviço é fruto da transformação que Deus fez em mim, portanto devo estar atento, vigiar e ouvir o que o Senhor tem como obra para minha vida.

Hoje estarei aqui, amanhã acolá, assim como sopra o Espírito e ninguém sabe de onde vem nem para onde vai, segue minha vocação ao serviço a Deus, onde Ele me quiser, ali eu estarei.

Nossa diocese passa por momento de renovo. Todas essas características de um servo bom e fiel e que está a serviço do reino de Deus para resgatar vidas, é uma grande realidade para nós, essa vivência da fraternidade em comunhão com a coordenação tem sido fortalecida a cada novo dia. Esse novo ano, se inicia com algumas mudanças e a certeza de que a família RCC da Diocese de Bragança Paulista só cresce e se fortalece no exercício diário da comunhão com o irmão, vivenciando essa entrega ensinada por Jesus no Evangelho de João. Que o Espírito Santo cumule com seus dons e carismas todos os novos coordenadores para que a essência do servir seja mantida em cada coração, sempre com renovado ardor.